Arquivo mensais:junho 2013

Brasil foi destaque no Festival de Cannes 2013

As agências brasileiras levaram 115 Lions pra casa, sendo recorde para o mercado publicitário brasileiro. A conquista foi de dois Grand Prix inéditos em Promo & Activation e Titanium, ambos com a Ogilvy. Alem disso, a agencia faturou o troféu de Agência do Ano.

No total, o Brasil ficou com 2 GPs, 27 Ouros, 34 Pratas e 51 Bronzes, além do título de Agência do Ano, números bem superiores aos de 2012: 1 GP, 10 Ouros, 16 Pratas e 52 Bronzes (79 Leões no total).

leoes

Para assistir a entrevista completa com os principais ganhadores, clique aqui.

Cannes Lions 2013 – Primeiras Impressões

O Domingo começou com bom conteúdo no primeiro dia de Festival. Dos 8 seminários, um conceito se destacou como unânime. Até a manhã de segunda-feira, a tendência de vídeos curtos, contando histórias reais, emocionantes e sensoriais, foi mencionada em diversas oportunidades com termos como “snack content” (no seminário da BeOn) e “nugget comedy” (nas palavras de Jack Black, na discussão trazida pelo Yahoo).

A segur confira drops das principais referências e assuntos mencionados no primeiro dia:

1. GE Focus Forward – Dois cases muito interessantes sobre temas incrivelmente ignorados até recentemente.

2. Mail Online – Nick Cannon, Martha Stewart e Mel B (ex-Spice Girls) contaram um pouco de como administram suas redes sociais.

3. The Good Relations Group – O sucesso da experiência paralímpica de Londres 2012.

4. AOL – O case Makers, apresentando histórias de mulheres incríveis.

5. Arnoldworldwide – O tema “Evebory needs an enemy” retomou o tema do antagonismo e do posicionamento das marcas evitando uma falsa diplomacia. Os vários exemplos foram de Duschamp aos Sex Pistols, de Old Spice a Domino’s, e trouxeram ao palco o artista Shepard Fairey famoso por sua estilização do poster de campanha de Obama.

6. Hakuhodo – O conceito de creative alchemy foi resumido em 4 pontos: combinação, mímica, “de cabeça para baixo”, “a verdade por trás” e “e se”.

7. BeOn – Pesquisa que detectou 6 emoções padrão através de movimentos faciais similares mostrou a compilação da reação de pessoas a diferentes comerciais e a importância de atrair emoções nos primeiros 8 segundos de interação e de gerar um pico de impacto (apropriando-se de conceitos já observados por Kahneman.

8. DHLO – Agências com multiplicidade cultural, contratando estrangeiros por exemplo, tendem a ser mais desordenadas, porém mais criativas e eficientes.